As melhores cidades para mulheres empreendedoras

Pesquisa aponta que São Paulo está em 19ª posição entre as 25 cidades mais favoráveis às mulheres que desejam empreender.

mulheres empreendedoras ao redor do mundo

As mulheres empreendedoras estão em alta. Um estudo realizado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), divulgado em 2016, 31,1% de um total de 23,5 milhões de empreendedores no Brasil, são mulheres. Mundialmente, o número também cresce anualmente.
É o que aponta a pesquisa “Women Entrepreneur Cities Index (WE-Cities)”, que levantou quais as 25 cidades mais promissoras ao empreendedorismo feminino, promovida pela Dell e divulgada também em 2016 nos Estados Unidos. No Brasil, São Paulo ocupa a 19ª posição entre todas. Confira o que mais revela o estudo.

Talento também foi avaliado

Além de avaliar políticas locais, investimentos em programas de empreendedorismo, leis, atitudes, expectativas e costumes, a pesquisa levantou diversos dados que demonstram as melhores condições para as mulheres empreendedoras.
Para chegar aos resultados usou dados de capital local, tecnologia, talento, cultura e mercado. No quesito atitude e expectativas, a cidade de São Paulo conquistou a terceira posição.

Mercado de atuação

A cidade de Nova York é a primeira em mercado de atuação, uma vez que a categoria estudada levou em consideração população, custos de transporte, taxa de crescimento e percentual de mulheres em Startups. A lista das dez primeiras ficou assim:

1º Nova York (Estados Unidos)
2º São Francisco (Estados Unidos)
3º Londres (Inglaterra)
4º Seattle (Estados Unidos)
5º Paris (França)
6º Austin (Estados Unidos)
7º Toronto (Canadá)
8º Washington (Estados Unidos)
9º Sydney (Austrália)
10º Milão (Itália)

Cultura também conta

Lideranças femininas, networking feminino, quantidade de bem-sucedidas em suas carreiras e empreendimentos e políticas de pagamento e políticas de licença maternidade e contratações, deram a São Paulo o décimo lugar.
Veja a lista das dez primeiras:
1º Toronto (Canadá)
2º Nova York (Estados Unidos)
3º Sydney (Austrália)
4º Munique (Alemanha)
5º Cingapura
6º Londres (Inglaterra)
7º São Francisco (Estados Unidos)
8º Paris (França)
9º Estocolmo (Suécia)
10º São Paulo (Brasil)

Tecnologia e Startups

Um dos principais aspectos para uma gestão de negócios de qualidade, a tecnologia foi avaliada de forma a apresentar como as mulheres estão conectadas em smartphones, qualidade de Internet, número de acessos e custo. Assim, a primeira colocada foi a cidade de Estocolmo, na Suécia foi a campeã, seguida de Pequim, na China e Cingapura, em terceiro lugar.

Cidades para mulheres empreendedoras

Veja a lista das 25 cidades mais promissoras para mulheres empreendedoras no mundo:

1º Nova York (Estados Unidos)
2º Baía de São Francisco (Estados Unidos)
3º Londres (Inglaterra)
4º Estocolmo (Suécia)
5º Cingapura
6º Toronto (Canadá)
7º Washington (Estados Unidos)
8º Sydney (Austrália)
9º Paris (França)
10º Seattle (Estados Unidos)
11º Munique (Alemanha)
12º Austin (Estados Unidos)
13º Pequim (China)
14º Hong Kong (China)
15º Taipei (Taiwan)
16º Xangai (China)
17º Tóquio (Japão)
18º Cidade do México (México)
19º São Paulo (Brasil)
20º Seul (Coreia do Sul)
21º Milão (Itália)
22º Nova Deli (Índia)
23º Joanesburgo (África do Sul)
24º Jacarta (Indonésia)
25º Istambul (Turquia)
O estudo foi baseado nos resultados apurados durante a Conferência Women’s Entrepreneur Network Summit, realizada na Cidade do Cabo, na África do Sul, em junho de 2016, com 200 mulheres empreendedoras nos 50 mercados mais atuantes da Dell.
Você é mulher empreendedora? Comente!


Comente o que achou