Como dizer não para um cliente sem prejudicar o relacionamento

Definir prioridades, acertar horários, valorizar o seu trabalho e tempo são itens que ajudam a dizer não ao cliente

como-dizer-nao-para-um-cliente

Fazer exatamente tudo aquilo que o cliente deseja nem sempre está ao alcance de sua empresa. Para não estressar o relacionamento, é preciso ter controle, organização e sempre deixar as ações e estratégias bem claras entre todas as partes.

Aprender a como dizer não a um cliente é necessário. Não é das tarefas mais fáceis, claro. Mas negar aquilo que você não tem condições de entregar, por exemplo, pode aumentar a confiança e melhorar a relação com o cliente. Confira algumas dicas:

Defina qual serviço prestado

Provavelmente o cliente contratou seus produtos e serviços para suprir alguma necessidade, correto? Acontece que, em meio ao relacionamento e atendimento, as expectativas desse cliente aumentam e a demanda por estes serviços e produtos por parte dele podem demandar muito de sua empresa.

Um problema pode surgir neste cenário: sua empresa trabalhar muito além do que deveria somente para não dizer não. Isso pode, inclusive, atrapalhar o andamento das atividades com outros clientes, uma vez que a equipe se deslocará para suprir a demanda nova.

É hora de rever o contrato, bem como as necessidades de novas contratações e, até mesmo, o quanto vale para você e sua empresa esse aumento de demanda. Tudo tem que ser medido milimetricamente. De repente, você perceberá que é hora de dizer não ao cliente e deixar isso bem explicado.

Seja cordial e educado

Por mais absurda que a solicitação de seu cliente possa parecer, seja sempre educado e cordial. Explique com argumentos válidos todos os pontos para negar o que ele pediu, mesmo que seja algo abusivo. Perder a cabeça é também perder a razão e a consequência pode ser drástica. Pondere o jeito de falar e diga sempre a verdade.

Aprenda a ouvir, sempre

Sempre ouça todos os pontos que seu cliente quer mostrar a você. É a maneira mais eficiente de saber se o trabalho poderá ser feito ou não. Somente após conversas e briefings bem definidos é que o veredicto será dado. Se for negativo, não se esqueça dos tópicos acima: a argumentação e a educação não podem ser deixadas de lado.

Tente enxergar o futuro

Quando se trabalha em conjunto com o cliente, em todos os processos, briefings e novidades, as surpresas não são grandes. Afinal, quando se está em sintonia com as estratégias que o cliente pretende seguir há como sua empresa fazer uma previsão correta do quanto poderá fornecer de seus produtos ou serviços.

Claro que demandas inesperadas podem acontecer. Mas quanto maior a sintonia entre o atendimento de sua empresa e este cliente, menores são as chances de dizer não a uma nova solicitação.

Sua empresa já disse muito não? Comente!


Comente o que achou