Como ser um MEI de sucesso

Saiba como gerir bem uma microempresa, obter sucesso e atrair público

como-ser-um-mei

Ter o próprio negócio é o sonho de muitos trabalhadores. Sendo o investimento inicial e as tributações uma dificuldade para concretizar essa vontade, muitos dos novos empreendedores optam por um trabalho informal que não exige investimentos adicionais.

Mas a partir da Lei Complementar nº128 de 19/12/2008, o trabalhador informal pode ser reconhecido enquanto MEI (Microempreendedor Individual), o que lhe confere algumas facilidades, como possuir um CNPJ, poder emitir Nota Fiscal – o que pode ser um diferencial para se tornar um fornecedor – e a inclusão no Simples Nacional que isenta o empreendedor de tributações federais em detrimento de um valor fixo mensal.

Com essa facilitação, ficou mais fácil poder investir no próprio negócio. Então, o que deve ser feito para ser um MEI de sucesso?

O que fazer para ser um MEI de sucesso

Elencamos alguns dos pontos fundamentais para o sucesso de sua microempresa. Confira abaixo alguns dos cuidados essenciais para seu negócio.

Tenha visão: Antes mesmo de empreender, é preciso ter visão de negócios. Observe o mercado, saiba o que oferecer e como isso pode ser expandido. Investir em um produto ou serviço cuja demanda é alta traz mais estabilidade para seu negócio, mas, por outro lado, trabalhar com públicos de nicho, cuja demanda é menor, pode ser uma segura fonte de renda, caso haja um grande trabalho de fidelização desses clientes.

Estudar o mercado: Antes de investir em algo, confirme se não há restrições em nível de legislação, nacional ou local. Saiba se há, quem são e o que oferecem seus concorrentes. Nunca deixe de ler livros, revistas e jornais. Consulte cases de sucesso e aprenda com seus erros, acertos e experiências.

Divulgação: Faça-se notável. Cadastrar sua empresa no Google Meu Negócio faz com que ela se torne visível em buscas pela Internet. Eventos, como a Feira do Empreendedor, são excelentes oportunidades de divulgação e ampliam os seus contatos, afinal é importante possuir uma boa network. Saiba como e onde divulgar: ferramentas de monitoramento de redes sociais são ótimas para descobrir gostos e perfis de público-alvo. Com essas informações, invista em marketing e atendimento que podem fidelizar o seu público.

Planejamento pessoal: Como o MEI trabalha sozinho, é importante saber gerir o seu tempo. Aplicativos de gestão de tempo podem ser muito úteis nesse aspecto.

Controle de receita: É preciso conhecer bem a sua receita para saber em que e quanto investir. Considerando as taxas tributárias fixas de um MEI – que variam de R$45 à R$50 – e investimentos esparsos., aplicativos que ajudam na gestão financeira podem ser muito úteis e essenciais para a saúde financeira de seu negócio.

Siga essas dicas e o sucesso de seu empreendimento estará seguro.

Gostou do artigo? Comente ☺


Comente o que achou