Franquia ou negócio próprio?

Franquia ou negócio próprio exige perfis distintos de administrador, veja por que.

franquia-ou-negócio-próprio.jpg

É comum muitas pessoas quererem mudar de vida depois de trabalharem um longo período em uma empresa, investir em um negócio próprio é, normalmente, a primeira ideia. Mas na hora de escolher o modelo sempre surge a dúvida: abrir um negócio próprio ou uma franquia?
Para muitos, pode parecer que estas duas opções não são tão diferentes, mas dependendo do seu perfil, uma escolha errada pode ser fatal para o seu negócio, isso porque cada uma exige perfis completamente diferentes de empresários.

Franquia x empreendimento próprio

A franquia como uma empresa própria exige esforço e dedicação de seus donos. Não podemos dizer que uma seja mais fácil que a outra, apenas que os perfis de negócio são diferentes e exigem empresários com perfis distintos para cada uma.
Na franquia, você deve saber que terá um modelo de negócio já estabelecido e com um certo sucesso que você deve seguir à risca. Este tipo de negócio se encaixa em pessoas que não tem problemas em seguir regras e padrões. Esta é uma análise que você deve fazer antes de escolher qual modelo de negócio irá investir.
Algo que pode ser mais atrativo em franquias, são os valores de investimento. Isso porque já existem valores pré-estabelecidos para cada franquia, algumas contam até com diferentes categorias da mesma marca, o que amplia as possibilidades do futuro franqueado.
O fato de ser uma empresa já consolidada, é um atrativo para aqueles que estão mais inseguros, pois a sua empresa será conhecida e terá uma bagagem que o consumidor já está familiarizado. Mas, não pense que por isso você deverá trabalhar menos, muito pelo contrário, você terá que trabalhar muito para manter a qualidade e reputação da empresa.
Já se você tem uma ideia na cabeça, é criativo e com o espírito livre, ser franqueado pode não ser um bom negócio. Neste caso a solução é empreender do zero. Com o seu empreendimento próprio você terá mais trabalho, pois terá de definir tudo sozinho ou com seu sócio.
Para fazer nada errado ao empreender, procure estudar bastante o assunto, definir o que é a sua empresa, qual produto ou serviço ela irá oferecer e qual é o seu público alvo. Monte um plano de marketing, a identidade visual da sua marca e mãos à obra.

Gostou deste artigo? Comente!


Comente o que achou