O que você precisa fazer para ter uma empresa sustentável

Muito tem se falado em sustentabilidade nos últimos anos e, em termos de empresas e negócios, não poderia ser diferente. Hoje muitas empresas têm se mostrado preocupadas...

como-ter-uma-empresa-sustentavel

Muito tem se falado em sustentabilidade nos últimos anos e, em termos de empresas e negócios, não poderia ser diferente. Hoje muitas empresas têm se mostrado preocupadas com a gestão sustentável por meio de práticas ambientalmente mais conscientes, procurando os melhores caminhos para ser uma empresa sustentável.

Com isso, as empresas têm diminuído o impacto sobre as suas atividades, mesmo que pequenas, buscando também produtos e serviços mais saudáveis e com políticas ambientais mais fortalecidas. Sabe-se que as punições e a legislação têm colaborado e muito para a sustentabilidade, uma vez que essas estão cada vez mais pesadas para quem prejudica ao meio-ambiente. Sendo assim, muitas organizações têm adotado algumas medidas importantes em relação a isso, fundamentadas no ISO 14001.

O ISO 14001 é o responsável pelas melhores práticas na gestão ambiental das organizações, independentemente do tamanho da sua empresa, atividade que desempenha e seu de ramo de atuação. O importante, para conseguir o certificado é que as atitudes da empresa referentes à implantação de uma política ambiental que priorize ao meio-ambiente a partir de um programa de gestão eficiente.

Economia aliada à sustentabilidade

Percebe-se cada vez mais que as gestões estão buscando reduzir o consumo, inovando em vários pontos importantes, em conjunto com a adoção de novas visões. Em relação a isso, muitos dos gastos despendidos pelas empresas se referem à energia. Uma atitude simples, mas que colabora na preservação, é a manutenção elétrica na empresa e a troca de lâmpadas tradicionais por LED.

Também é importante observar o consumo de energia dos produtos utilizados e adquiridos, como refrigerador, ar condicionado, entre outros. Além da energia, a separação de lixo e reutilização de embalagens é um ponto ecologicamente correto e que deve ser praticado. A coleta seletiva precisa ser feita por recicláveis ou orgânicos e os materiais que podem ser reaproveitados podem ser separados em papéis, plásticos, metais e vidros, atribuindo-lhes valor.

Atualmente, muitas empresas possuem projetos sociais e ecológicos que utilizam o reaproveitamento de materiais, diminuindo os gastos e o desperdício, além de gerar economia. É importante também saber que alguns materiais precisam ser descartados de forma correta devido à sua alta contaminação do solo, como o lixo eletrônico, as pilhas e baterias e, ainda as lâmpadas fluorescentes.

Outra atitude ambientalmente consciente é o controle de gastos desnecessários com papéis e copos descartáveis, por exemplo. Este é mais um ponto em comum entre as organizações preocupadas com as sustentabilidade. Empresas têm incentivado mais o uso de canecas preferencialmente, ao invés dos copos descartáveis para os funcionários, além do uso de papel 100% reciclado e em menor quantidade. São ideias simples, mas que garantem a economia por conta do não desperdício.

Além disso, pode-se também citar nesse processo outro item que vem mudando a mentalidade dos gestores: o reaproveitamento da água. Apesar de ser um processo que exige um pouco mais de investimento da empresa, uma vez que é preciso apostar em tecnologia para reaproveitar a água ou, em alguns casos, descontaminá-la, a ideia é lucrativa a longo prazo.

Levando tudo isso em conta, nota-se que a partir de pequenos gestos podemos ter grandes transformações em relação aos problemas ecológicos. Salvar o planeta pode partir – e muito, de uma mudança comportamental de todos os que trabalham em um negócio ou que fazem parte dele. Portanto, as empresas verdes, ou sustentáveis, vieram para ficar. São verdadeiros exemplos de modelos econômicos, sociais e ambientais.

Gostou deste artigo? Comente!


Comente o que achou