O que você precisa saber para ser um bom líder

Aprenda a ter um bom relacionamento com seus funcionários.

com-ser-um-bom-lider

A posição de chefe de uma equipe é, ao mesmo tempo, prestigiosa e ingrata, já que com ela as responsabilidades aumentam e parte delas envolve lidar com seus colaboradores, o que, dependendo da postura e da maneira como o colaborador aceita essa relação, pode ser um problema.
Ser considerado um mau chefe, ineficiente e ser desrespeitado por sua equipe não é bom para você nem para os negócios, já que a postura dos colaboradores afeta diretamente os resultados da empresa. Para evitar esse tipo de situação, acompanhe as nossas dicas para entender o que você precisa saber para ser um bom líder.

O que um bom líder deve fazer

 

Estabeleça metas: A estagnação de uma equipe pode desmotivar o trabalho, além de ser sintoma de uma gestão que não avança. Ao estabelecer metas, o bom líder sempre prepara novos desafios para seus colaboradores, estimulando-os a buscar o melhor. Mas é importante que, para cada meta alcançada, a equipe seja reconhecida por isso, afinal, enquanto chefe, é importante entender que o resultado não se trata de mais de um trabalho individual e, sim, de grupo.
Desenvolva seus colaboradores: É importante conhecer a sua equipe. Cada membro dela tem uma história, origem, perfil, pontos fracos e pontos fortes. Saber explorar cada uma dessas áreas pode ser benéfico para os colaboradores e para os negócios. Fornecer feedback constante e construtivo ajuda a melhorar os pontos fracos sem a necessidade de duras críticas que podem desmotivar o colaborador e afetar o andamento dos negócios. Delegue funções aos membros de sua equipe apostando em seus pontos fortes. Assim ele se sentirá mais integrado e ciente de sua importância para o time. Ao delegar funções, não interfira nas decisões nem as critique, é importante dar autonomia para que o colaborador possa solucionar problemas sem a interferência e presença do chefe, que, eventualmente, pode gerar pressão ao time. Há quem caia no erro de não desenvolver um funcionário por medo de ser substituído. Saiba que uma equipe estagnada é um mau sinal, fruto de um chefe sem visão nem perspectiva.
Mantenha a equipe motivada: Mantenha o time motivado e evite críticas passionais. Um colaborador desmotivado pode afetar o andamento dos negócios. Caso a meta não seja alcançada, não tente perder tempo apontando uma única pessoa enquanto responsável pelo insucesso. As responsabilidades devem ser vistas enquanto equipe e, mesmo que o resultado esperado não seja alcançado, é importante reconhecer o esforço e estimular metas futuras. Presentear o time como forma de reconhecimento e gratidão também é um diferencial que estreita a relação chefe-subordinado, tal qual um tratamento mais horizontal, livre dos ares de hierarquia autoritária.
Seja atencioso: Seja compreensivo com as questões que podem ter interferido no desempenho de algum colaborador. É preciso ser profissional sem deixar de ser humanitário, afinal questões pessoais fogem do controle da empresa e afetam o funcionário. Esteja disponível para conversar e escute o que tem para falar. Afinal, algum membro pode ter uma ideia que irá solucionar problemas ou otimizar processos. Seja justo, não cobre mais do que pediu nem se satisfaça com menos. É preciso que a sua liderança seja mantida, mas não esqueça de manter a ética e a coerência em seus pedidos e ações.

Siga essas orientações e o relacionamento com sua equipe certamente será muito mais saudável e proveitosa. Não se limite aos itens dessa lista e lembre-se sempre de respeitar cada um de seus colaboradores. O respeito é um pilar fundamental para a manutenção de um bom relacionamento pessoal.


Comente o que achou