Estratégia: como fazer um e-mail marketing?

Saiba como fazer um email marketing de forma estratégica para o seu negócio, considerando segmentação e fluxo de automação.

como-fazer-email-marketing

Em nosso último artigo nós apresentamos para você o que é e-mail marketing e a importância que ele tem para uma boa estratégia de marketing direto. Agora, vamos falar um pouco mais sobre o assunto, abordando dois conceitos fundamentais: fluxo de envio e segmentação.

Pense na seguinte situação: você visitou um site e resolveu se inscrever em seu campo de cadastro, geralmente um formulário de contato ou newsletter, para receber as novidades, sejam elas informações sobre produtos ou conteúdo do seu interesse, mas, no final das contas, nunca recebeu um e-mail. Chato, não? Ou, então, você entra em um site sobre animais de estimação para receber conteúdo focado em cachorros, mas só recebe e-mails que falam de gatos. Embora imaginários, estes são exemplos de situações que demonstram os problemas de não definir um bom fluxo de envio e segmentar bem a audiência, que pode gerar descadastros por parte dos seus clientes.

Segmentação

Conforme seu site vai ganhando acessos e o nome da sua empresa vai crescendo no mundo digital, a diversidade das suas visitas aumenta, mesmo que você trabalhe com um tipo de produto ou conteúdo de nicho. Ou seja, em vez de ter um único perfil de visitante/comprador, agora você possui outros, que merecem – e exigem – um bom tratamento e informações relevantes para os seus interesses.

Tratar clientes diferentes de maneira igual pode passar a imagem que sua empresa não se importa com eles. É, de certa forma, dizer que se importa com as cifras que eles trazem, e não as pessoas. Agindo dessa maneira, é muito mais difícil fidelizar os clientes e a imagem da sua empresa pode ficar prejudicada.

Para exemplificar melhor, vamos contar a história de João, um comerciante do interior de São Paulo, dono de um pet shop e hotel para animais, e que só aceita hóspedes caninos. João percebeu que divulgar seu negócio na Internet ajudaria a atrair mais clientes de sua cidade e região.

A estratégia de João deu certo, principalmente com pessoas que precisavam deixar seus cachorros hospedados no hotel por alguns dias. Mas, conforme a fama do pet shop foi aumentando, donos de pássaros e gatos também começaram a visitar o site de João e se inscrever na sua newsletter.

Agora, pense: se você fosse João, o que faria? Continuaria investindo na comunicação para os donos de cachorro ou criaria uma mensagem específica para cada público, para agradar todos os seus clientes? Como fazer um e-mail marketing eficaz? Trabalhando na segmentação da sua base, considerando aspectos como interesse, localização geográfica e idade, por exemplo, criando grupos específicos.

Para isso, você pode investir em algumas técnicas. Um exemplo mais básico é, no próprio formulário, criar mais campos de cadastro. No caso de João, ele adicionou um campo no qual os clientes poderiam informar que tipo de animal tinham em casa. Dessa forma, conseguiu passar as informações relevantes para cada perfil. Uma outra forma é, no e-mail de boas-vindas, inserir um link que direcione para uma página de cadastro mais completo, onde o cliente poderá informar os dados que sejam relevantes para o seu negócio.

Fluxo de Automação

Se um visitante se cadastrou em sua base de e-mails é porque quer receber suas mensagens. Nesse caso, é preciso decidir como e com qual frequência entregá-las.

Demorar muito para enviar um e-mail pode demonstrar falta de interesse. Ao mesmo tempo, enviar mensagens diariamente ou mesmo mais de uma vez ao dia pode acabar irritando os leitores. Nesses casos, qual a melhor maneira de agir? Como em muitas perguntas sobre marketing digital, a resposta desta é: depende do seu modelo.

Vamos exemplificar: Se você possui um blog que é atualizado diversas vezes por dia com conteúdo relevante aos seus leitores, é interessante enviar em newsletter os posts mais recentes ou os mais lidos da semana.

Entretanto, se seu e-mail marketing é direcionado à venda de produtos, impactar diariamente seus clientes pode prejudicar sua relação com eles. Neste caso, é interessante abordá-los com um intervalo de tempo maior, se permitindo quebrar esse ritmo em caso de promoções ou ações especiais.

Além de trabalhar com a frequência adequada de conteúdo no e-mail marketing, também se dedique a criar outras mensagens especiais, como de boas-vindas para os novos assinantes da newsletter, desejos de bom feriado ou Boas Festas.

Gostou das nossas dicas? Comente!


Comente o que achou