Como descobrir notícias falsas no Facebook

Saiba como obter informações apenas de fontes confiáveis

Notícias falsas no Facebook e Google

Recentes acontecimentos políticos, mundialmente comentados, foram alvos de notícias falsas no Facebook. Sem credibilidade ou verificação, foram compartilhadas milhares de vezes, por usuários que não tiveram o cuidado de checar se a informação era verdadeira ou ao menos, publicada por uma fonte confiável.
Mas em um mundo em que a informação está a apenas um clique, como identificar o que é verdadeiro? Mesmo sabendo que a mentira tem pernas curtas, uma notícia compartilhada por milhares de usuários pode ganhar ares verdadeiros. Por isso, separamos algumas dicas para que fique um pouco mais fácil encontrar a verdade. Confira!

Informações absurdas

Desconfiar de informações que pareçam absurdas é sempre pertinente. Portanto, ao se deparar com notícias que, primeiramente, só um veículo está falando, textos curtos ou longos que mais parecem teorias da conspiração ou acusações, confira datas, fatos em outros canais e tente fazer uma leitura de forma mais crítica.

O que é verdade está em todos os lugares

Dificilmente uma notícia verdadeira sairá somente em um portal ou blog. Na era da informação fácil, qualquer um pode lançar um conteúdo falso, inclusive, cheio de opiniões conspiratórias e mais do que pessoais. Ao ler uma notícia, mesmo que bem escrita, procure em outros canais. Outras redes sociais como Twitter e Instagram, ou mesmo o Google, podem ajudá-lo a desvendar qualquer mistério.

Data e canal de informação

Uma das práticas mais comuns entre os compartilhamentos de notícias falsas é o levantamento de notícias antigas. Procure verificar a data da publicação e, repetindo ao passo anterior, se esta foi publicada em outros canais de informação ou redes sociais. Compartilhar uma notícia antiga como atual, também prejudica o conhecimento sobre os fatos verdadeiros.

Pesquisas de embasamento

Uma pesquisa realizada pelo Grupo de Pesquisas em Políticas Públicas da Universidade de São Paulo (USP), apontou que, principalmente em se tratando de política, três entre cada cinco notícias, são falsas. Geralmente, estas notícias são boatos e dados que, divulgados e bem disseminados, visam favorecer algum candidato ou partido em detrimento a outro.

Medidas para identificar notícias falsas no Facebook

O próprio Facebook anunciou, por meio de seu CEO, Mark Zuckerberg, que a rede social pretende desenvolver medidas para combater as notícias falsas de maneira eficiente. São elas:
Sistemas técnicos de detecção;
Facilitar o processo de denúncia para os usuários;
Apontar e rotular notícias que foram denunciadas como falsas;
Buscar parcerias com empresas especializadas em conferência de dados;
Impedir o lucro de anúncios e notícias falsas.

Medidas para identificar o que aparece no Google

O Google também está à caça dos especialistas em notícias falsas. Um recurso recentemente adotado no Reino Unido pelo grande buscador, pretende avisar ao leitor que aquele conteúdo não tem credibilidade. Os robots dos algoritmos, já treinados para varrerem todos os sites indexados pelo Google, apontarão por meio do “Fact Check” o que é verdadeiro no Google Notícias.

E você, tem o costume de conferir o que lê na Internet? Comente!


Comente o que achou