Público-alvo e persona, qual a diferença?

Entenda a importância de criar uma persona para estratégia de marketing.

publico-alvo-e-persona-qual-a-diferenca

O consumidor moderno é mais exigente e busca por exclusividade. Público-alvo e persona são fundamentais para compreender o cliente dos tempos atuais e elaborar uma boa estratégia de marketing. Definir apenas quem é o seu comprador de forma genérica se tornou insuficiente. É preciso também pensar em persona. Mas quem são de fato o público-alvo e a persona e quais diferenças há entre eles?

Público-alvo

É muito provável que esse termo seja mais familiar para você. Fala-se muito em público-alvo por ser a maneira mais comum de definir quem são as pessoas que têm interesse em seus produtos ou serviços.

Conhecer um público-alvo é importante para direcionar seus produtos ou serviços para as pessoas corretas. Para isso, você precisa saber algumas características sobre o seus consumidores e responder algumas perguntas como:
Gênero
Idade
Classe Social
Profissão

Persona

Definir o público-alvo é um modo generalizado de classificar um amplo grupo de pessoas com interesses e particularidades diferentes. É por esse motivo que existe a persona, um novo método para identificar esse cliente.

A persona é o que se pode chamar de cliente ideal e defini-la é muito mais complexo e abrangente do que o público-alvo.

Por que criar uma persona?

Sem uma persona definida, é muito provável que você falhe em suas estratégias e acabe oferecendo carne para quem é vegetariano.

Definir a persona exige que você conheça além das características primordiais para a definição do público-alvo. Você precisa ter conhecimento das características subjetivas dos clientes, quais são suas motivações, desafios, sonhos e preocupações. Informações como essas possibilitam construir uma estratégia de marketing mais acertada.

Se você conseguiu definir a persona, sua abordagem se torna diferenciada para a conquista desse cliente que busca por exclusividade e produtos ou serviços personalizados. Assim fica mais fácil atender as demandas do mercado e da sua empresa.

Um atendimento mais humanizado é decorrente da construção de uma persona para sua marca. Você entende que seu cliente não é apenas mais um e constrói uma relação menos comercial. Essas informações são imprescindíveis para determinar qual o tipo de conteúdo que você irá produzir, a linguagem que utilizará e como será o atendimento. Tratá-lo pelo primeiro nome, por exemplo, é uma das estratégias mais simples de estabelecer, pois cria um vínculo mais pessoal.

É indispensável destacar que os dois são fundamentais e que não é possível analisar uma persona antes de conhecer um público-alvo. Uma avaliação errada pode ameaçar seu patrimônio. Ao definir corretamente seu público-alvo e por meio dele determinar quem é sua persona, se torna muito mais simples estabelecer estratégias de marketing personalizadas.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou