Qual a diferença entre Usabilidade e UX

Complementares, a usabilidade e a UX são essenciais no projeto de um produto digital. Conheça suas diferenças.

usabilidade-e-ux.jpg

Quem trabalha com produtos digitais certamente conhece os termos UX (user experience) e usabilidade. O que acontece é que cada vez mais o mercado digital está prestando atenção no ponto de vista do usuário e dando mais importância para os seus produtos. Ao contrário do que possa parecer, UX e usabilidade não são a mesma coisa, porém, são complementares. Entenda a diferença e a importância de cada um.

Usabilidade

A usabilidade determina a qualidade do uso e o funcionamento de um sistema interativo. E a partir dela são medidos o grau de fluidez, a eficiência e satisfação na execução de determinadas tarefas.
Ela qualifica positivamente apenas sistemas mais intuitivos, onde há maior facilidade na realização de ações e processos. A usabilidade é medida segundo diversos critérios e pode ser aplicada a todos os sistemas que necessitam da interação de um usuário, como caixas eletrônicos, sistemas operacionais e sites, por exemplo.

É importante levar a usabilidade a sério na construção de um sistema, pois ao ter dificuldades na realização de algumas tarefas o usuário pode abandonar o seu sistema e buscar outro mais simples, onde consiga executar tarefas sem maiores dificuldades.

Para que seu sistema não seja visto de maneira negativa e deixe de ser utilizado, realizar testes de usabilidade é muito importante. Assim, dificuldades e falhas em processos podem ser encontrados e corrigidos, tornando o uso mais eficiente e agradável.

Diferenças entre usabilidade e UX

É importante não confundir usabilidade e experiência do usuário. A usabilidade se concentra em um fluxo objetivo e lógico, a facilidade na realização de uma tarefa. Já, a experiência do usuário se concentra na experiência, satisfação ou sensação na realização desta tarefa, algo mais próximo de um fluxo subjetivo, baseado nos gostos de seu usuário.

A experiência do usuário pode utilizar a simplicidade proposta pela usabilidade, mas, para deixar o usuário mais satisfeito, a complexidade na realização de uma tarefa poderá ser maior, desde que seja eficiente e de acordo com os gostos e expectativas do usuário.

A UX não se limita apenas ao produto apresentado, mas a experiência do usuário neste produto como um todo. Ela é um conjunto de disciplinas que abrangem a usabilidade, bem como a arquitetura da informação, design de interação, de interface, conteúdo e métricas.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou