O DNA de um site: front-end e back-end

Front-end e back-end são essenciais para o desenvolvimento de um site. Saiba o quais são as principais funções de cada profissional.

front-end-e-back-end

Ao montar um site, além do planejamento das partes visuais e estruturais, é preciso levar em consideração que, para ele existir e funcionar com perfeição, é necessário entender a parte técnica que existe por trás do site, aquilo que chamamos de desenvolvimento.
Quando você tiver que lidar com esse processo de desenvolvimento, será comum ouvir termos desconhecidos para os mais leigos, mas muito populares no mundo da programação, entre eles, o front-end e back end.
Tanto front-end como back-end fazem parte do universo da programação, por isso vamos te explicar qual a função de cada um. De maneira simplificada, o front-end é a interface de interação com o usuário e o back-end é o responsável pela interação entre o site e o servidor.

Front-end

O profissional de front-end trabalha com programas como HTML (HyperText Markup Language), CSS (Cascading Style Sheets) e JavaScript, sendo que todos esses programas são usados para dar vida ao site, oferecendo funções ao design feito pelo web designer. É importante ressaltar que o front-end é a parte que o usuário consegue visualizar do site, como a aparência, cor, os detalhes e entre outros.

Nos dias atuais, um programador de front-end também é responsável pela usabilidade do site e pela sua interação em diferentes navegadores, robots, devices, leitores de tela, deixando-o mais confortável para o visitante; muitos profissionais também são responsáveis pelo SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de buscas).

Back-end

Já o profissional que atua como back-end tem como função criar o que está por de trás do site como a área administrativa, o login, o cadastro de conteúdo e outras funcionalidades internas, como a área de busca. Este profissional utiliza linguagens de programação como PHP (Hypertext Preprocessor), ASP (Active Server Pages), Java e entre outros. Ele também pode desenvolver sistemas mais complexos, como intranet.

Full-stack

Além dos profissionais de front-end e back-end, vem crescendo no mercado um perfil de desenvolvedor chamado full-stack. Este profissional é multifuncional, pois é capaz de atuar nas duas frentes, tanto como front como back-end, o que pode ser mais vantajoso na hora de você desenvolver o seu site.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou