É possível migrar site de servidor?

Migrar site de servidor pode resolver muitos problemas. Se o seu site não fica sempre no ar ou demora para carregar, considere essa opção. Entenda o porquê.

como-migrar-site-de-servidor

Site lento, com problemas para carregar imagens ou informações, ou até mesmo fora do ar. Problemas mais comuns do que se imagina, são itens como estes que derrubam a credibilidade de seu produto ou marca em segundos! Para garantir que nenhuma destas preocupações cheguem até seus serviços, melhor trocar de provedor, não é mesmo? Entretanto, migrar o site de servidor requer alguns cuidados para evitar danos aos negócios e à imagem.
Além de escolher um serviço de confiança, como o Presença Web, é preciso ficar de olho em pequenas regras. Segui-las à risca pode ser o primeiro passo de sucesso da migração de provedor. Veja como!

Antes de começar

Após a escolha do novo provedor é fundamental investigar algumas informações com a empresa em que o site está hospedado. As mais importantes são referentes a:

O backup dos arquivos que estão no FTP (File Transfer Protocol)?
Onde está o backup de todos os bancos de dados (se seu site estiver organizado desta forma)?

Transferindo arquivos

Nesse tutorial vamos utilizar o painel de Controle do Presença Web, da Embratel, para ilustrar os procedimentos.
Logo depois da verificação de que a hospedagem está com a configuração correta e ativa, é chegado o momento de iniciar a transferência dos arquivos via FTP. O primeiro ponto a conferir é se todos os arquivos estão dentro do diretório “web”.

Assim, uma das muitas formas de iniciar a transferência é utilizar o Gerenciador de Arquivos do painel Embratel. Acessá-lo é bem fácil: basta colocar o cursor sobre o nome do usuário e clicar em ‘ferramentas avançadas’.

Aparecerá uma tela ‘Utilizar Software de FTP’. O recomendado pelo Presença Web para este caso é o FileZilla. Trata-se de um aplicativo de código aberto que serve para diversos sistemas operacionais, com interface altamente amigável.

Migrar o banco de dados

Ao utilizar um banco de dados (prática altamente recomendável) fazer o ‘dump’ (despejo)/backup de bases MySQL você pode usar a ferramenta SSH. De fácil acesso remoto, o SSH permite que máquinas Linux sejam controladas remotamente com bastante segurança.

O procedimento deve ser seguido de acordo com as instruções:

  1. Acesse sua hospedagem via SSH;
  2. Após a conectar via SSH, use o comando: mysqldump nome-do-banco>nome-do-arquivo.sql-h nome-do-servidor-de-banco-u usuário-do-banco-p
  3. Substitua ‘nome-do-banco’ pelo nome do Banco de Dados criado previamente via ‘Painel de Controle’; ‘nome-do-arquivo.sql’ pelo nome do arquivo que deseja salvar com o Dump (lembrando que você poderá baixar este arquivo depois); ‘nome-do-servidor-de-banco’ pelo nome do servidor atribuído quando o banco de dados foi criado e, ‘usuario-do-banco’ pelo usuário informado também no momento da criação do banco.
  4. Depois da execução do comando, a senha do banco de dados será solicitada. Informe-a e aguarde a execução.
  5. Ao final deste passo, um arquivo com o dump da base será gerado. Basta baixá-lo

Testes são fundamentais

De nada vale iniciar o processo de migrar o site sem testar cada passo antes de fazê-lo. Verifique, por exemplo, se todas as áreas do site estão ativas, com recursos operacionais funcionando normalmente.

Esta ação também vale para os formulários presentes no site de sua empresa, verificação de funcionamento e acesso de áreas restritas, upload, conexões entre o banco de dados e informações, possíveis problemas de acesso a todas as áreas e somente depois comece a fazer a migração. Uma forma bem segura de realizar estes testes é com a criação de um endereço alternativo.

Alterar o DNS dos domínios

Depois que todos os servidores DNS (Domain Name System ou Sistema de Nomes de Domínios) o acesso será feito tanto pelo domínio alternativo quanto pelo domínio de seu site nos servidores. O DNS é um sistema de tradução de endereços IP (Internet Protocol). É a existência do DNS que permite que, ao digitar www.seusite.com.br você consiga ter acesso a este.

Com o site no ar pelo endereço temporariamente criado é chegada a hora de direcionar o domínio para o novo servidor. Assim, o site deixará de responder pelo provedor antigo e atenderá somente pelo provedor da Embratel. Para evitar problemas que podem ocorrer ao migrar o site é recomendado que esta alteração seja feita em um momento de baixo acesso ao site.


Comente o que achou