Como ouvir música na internet

Confira maneiras fáceis de ouvir suas músicas preferidas online

como-ouvir-musica-na-internet

Foi o tempo em que, para ouvir música, era necessário um aparelho eletroeletrônico que contivesse entradas para CDs, fitas cassetes ou mesmo a conhecida vitrola e o velho rádio. Atualmente, a música está ao alcance de todos seja por meio do smartphone, tablet, notebook ou desktop. Alguns aplicativos ou sites oferecem assinaturas que possibilitam e facilitam a maneira de ouvir música na Internet. Tudo é feito por meio da tecnologia streaming, uma forma de distribuir a música, sem que ela precise, por exemplo, ser baixada para o dispositivo escolhido. A música é transmitida pela Web.

Crescimento vertiginoso

Uma pesquisa realizada em março de 2016 no Brasil, pela Conectaí Express apontou que apenas 24% dos brasileiros não escutam música digitalmente. Entre esses, estão pessoas com mais de 55 anos, nem sempre habituadas às novas tecnologias.

Não há como negar o crescimento exponencial do mercado de música digital. Pesquisadores afirmam que este modelo caiu no gosto dos usuários, principalmente, após a evolução dos smartphones. Porém, algumas limitações ainda impedem que alguns a adotem.

É preciso ter Internet veloz, uma vez que, mesmo os aplicativos e sites que permitem que a música seja ouvida no modo offline, precisam de conexão de banda larga para baixar o streaming. Além disso, é necessário também ter espaço de armazenamento nos dispositivos, o que pode ser resolvido com hospedagem em Nuvem.

Para que você participe deste universo da música digital, o DNA do Empreendedor separou alguns aplicativos que podem facilitar a sua entrada neste mundo. Confira!

Spotify

O Spotify está entre os mais famosos aplicativos para reprodução streaming. Tanto que, um artigo feito pela Music Business WorldWide revelou um crescimento exponencial para a empresa: em 2015 seu faturamento foi de US$ 2 bilhões, o que fechou o buraco de US$ 194 milhões de perdas em 2014 e ainda o ultrapassou bastante, não é mesmo?

O mesmo artigo, revela inclusive, que a receita do Spotify advém somente 1% da publicidade. O restante? É proveniente dos usuários premium, que pagam uma assinatura mensal para ter até cinco contas em um plano familiar. Entretanto, dá para usá-lo gratuitamente também, com publicidades entre as músicas. Você pode escolher entre as milhares de playlists disponíveis e curtir seus sons preferidos.

Outra vantagem para quem adquirir o serviço premium é a possibilidade de escutar também offline e ainda montar suas próprias playlists. Requer espaço no dispositivo para que o streaming baixado seja ouvido no modo offline.

Youtube

Além de ser um dos principais bancos de dados de vídeos do mundo, o YouTube também armazena um acervo musical gigante. Discografias completas e diversos conteúdos de artistas – famosos ou mesmo independentes, estão nesta plataforma.

shows completos no Youtube para o deleite dos fãs, publicados pelas próprias produtoras dos artistas. A plataforma ainda permite que os vídeos sejam vistos no modo offline. Basta adicionar o vídeo em modo offline e este fica disponível. É gratuito e funciona em todos os dispositivos móveis, bem como notebooks e desktops.

Deezer

Assim como o Spotify, o Deezer também pode ser ouvido gratuitamente, com publicidade entre as canções. Neste grande banco de dados musical os artistas são escolhidos por meio do interesse do usuário (com dados obtidos por meio do que você acessa dentro do aplicativo ou site). Tem um conteúdo rico de trilhas sonoras de filmes, álbuns completos e também possibilita a criação de playlists aos usuários que pagam mensalidades.

SoundCloud

Assim como o YouTube, o SoundCloud é uma plataforma que permite que artistas independentes enviem suas produções. Só que aqui não tem vídeo; somente o áudio. Está repleto de covers, trilhas sonoras autorais e conteúdos autorais. Esta plataforma é uma das mais acessadas por quem gosta de artistas independentes.

Gostou deste artigo? Comente!


Comente o que achou